Review: Turn and Burn - No Fly Zone

Marcadores:


Fabricante: Absolute Entertainment

Gênero: Ação/Simulador

Ano: 1994

" Você está no cockpit do F-14 Tomcat, caça da marinha americana e foi recrutado para combate à céu aberto. É você o oceano e o horizonte, seu painel é preciso, com radar, manche, nível de energia, velocidade, combustível e sequencias animadas de seus alvos sendo atingidos, com o arsenal mais poderoso do mundo, você trava duelos com os melhores pilotos. Os aviões inimigos são Mig-29, nas metralhadoras ou nos mísseis você vai completando as ordens do QG. A cada 4 delas você é promovido e recebe missões mais difíceis. Lembre-se: um Top Gun não erra. Nunca! "

Essa era a descrição deste simulador de caça lançado para o Super Nintendo em 1994, talvez quem lê isso hoje e vê os gráficos e o jogo em si deve achar ridículo, mas amigo eu te digo uma coisa, você está muito errado! Turn and Burn - No Fly Zone é um excelente game, com gráficos bonitos pra época, jogabilidade perfeita, e claro muita diversão. Bom mas vamos ao que interessa:

O Jogo
__________________________________________________________

Bem, depois da descrição no começo do post, não temos muito oque falar do jogo, mas vou tentar espremer tudo que sei e pude avaliar do game.

Como todo simulador tende a simular aquilo que é proposto,
este não podia ser diferente, como é um simulador de combate aéreo o jogo tenta colocar o jogador na pele do piloto, portanto toda a visão do jogo é de dentro do cockpit (cabine do piloto), que por sinal possui muitas opções e informações para o jogador como por exemplo, nível de combustível, munição restante, velocidade, radar, entre outras coisas como por exemplo quando o jogador explode um avião inimigo utilizando um míssil aparece uma pequena cena no lugar do radar mostrando a explosão do avião heuaheuaeh tudo muito sanguinário!


O jogo possui variados tipos de missão, não pense que se resume apenas em explodir os caças inimigos e pronto, não... as missões incluem resgates em ilhas, sendo necessário explodir os "anti-aviões" inimigos, missões para destruir aviões cargueiros, torres de petróleo entre outras, as missões são variadas mas todas começam e terminam da mesma maneira, com o jogador tendo que decolar e pousar no porta aviões.




Bom conforme o jogador vai avançando no jogo as missões vão ficando cada vez mais difíceis e o número de inimigos vai aumentando consequentemente o gasto de combustível e munição aumenta, sendo necessário recarregar, o combustível pode ser recarregado no ar com a ajuda de um avião maior que acopla uma mangueira e transfere combustível para seu caça, porém se ficar sem munição o único jeito é voltar para o porta aviões e recarregar lá para então poder voltar a ação. Bem até onde eu sei o arsenal do jogador inclui a metralhadora que é a principal arma e mais dois tipos de mísseis teleguiados, um por calor, e outro por controle remoto, o que é guiado por calor basta você travar a mira no alvo e atirar ele irá perseguir e explodir o avião, já o por controle remoto, você deve travar a mira no alvo, atirar e manter a mira no inimigo até que o míssil o alcance. Estas são as coisas mais importantes que lembro sobre o jogo em si, agora vamos falar de um quesito muito importante em um simulador:

Gráficos
__________________________________________________________

Não podemos comparar os gráficos dos simuladores atuais com os antigos isso seria ridículo, então vamos falar como os gráficos eram para a época do game.

Graficamente o jogo é bem bonito, pecando em poucas coisas como os gráficos das ilhas ou dos aviões cargueiros que de longe ficam difíceis de intender a imagem, você só intende no que está atirando quando chega perto, mas isso não tira em nada a diversão.

Agora não podemos deixar de elogiar os gráficos de dentro da cabine, o painel é bem detalhado, a visão do jogador para fora é muito boa, um detalhe interessante é que se o jogador apertar L (Reft) ou R (Rigth) no controle, a visão muda para trás como se o piloto estivesse olhando para trás como mostra a imagem abaixo:



As missões do game são feitas em vários turnos como: manhã, tarde, entardecer e noite alterando assim a visibilidade do jogador, os aviões inimigos são bem detalhados também dando pra ver direitinho as turbinas asas e tudo mais.


Turn and Burn img 1

Jogabilidade
__________________________________________________________

Bem, sobre a jogabilidade do jogo não tem nada pra criticar, ela é simples, fácil e objetiva, você aumenta a velocidade colocando o direcional para ↑ (cima) + B controla todo o movimento do avião com o direcional, muda de arma com o X e atira com o A, tudo muito simples e fácil de aprender, nesta parte não temos muito oque falar.

Conclusão
__________________________________________________________

Turn and Burn - NFZ é um simulador realista pra época,
com belos gráficos, jogabilidade excelente, possui pouca variação de música oque na verdade ajuda a ambientar o jogo. Com isso tudo Turn and Burn utilizando apenas 16 bits consegue colocar o jogador dentro de um F-14 Tomcat no meio do oceano pacífico com vários inimigos e um objetivo, matar e sobreviver. Lembre-se, um Top Gun não erra. Nunca!!!



Download

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-Críticas são aceitas, desde que não ofenda nem discrimine o autor da postagem.
-Todo comentário obsceno, ilegal e ofensivo serão apagados
-Spam não serão tolerados.

 
Snes Paradise © 2012 | Designed by Meingames and Bubble shooter